Google+

"Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história." Bill Gates

Compartilhe

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O ECA de Deus


Hoje o Presidente Lula deve sancionar a Lei que proíbe os pais, responsáveis, educadores de aplicar qualquer castigo físico em crianças. Nada de palmadinhas, beliscões ou qualquer ato de violência física pode ser punido com encaminhamento para o programa de proteção a família e orientação psicológica, nos casos mais graves de agressão o código penal prevê detenção de 1 a 4 anos, se a criança for menor de 14 anos a pena é agravada.

Atualmente, a Lei 8.069, que institui o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), condena maus-tratos contra a criança e o adolescente, mas não define se os maus-tratos seriam físicos ou morais. Com o projeto, o artigo 18 passa a definir "castigo corporal" como "ação de natureza disciplinar ou punitiva com o uso da força física que resulte em dor ou lesão à criança ou adolescente"  Fonte: A Tarde

Quando a questão é educação dos filhos, cada família tem sua receita, e experimente questionar ou orientar sem que seja solicitada a sua ajuda, corre o risco de apanhar também. Mas bater resolve? E não bater resolve? O governo tem o direito de interferir neste nível na educação dos filhos?

Nunca apanhei de meu pai, ele diz que bater corrigisse os presídios não ficavam lotados (não sei de onde ele tirou que no presídio apanha =/ ). Muito também acreditam que a violência não é a melhor forma de correção, eu sou um deles. Mas quando uma crença se torna lei nos sentimos tolhidos no exercício da responsabilidade de "correção" castrada em forma de lei pelo estado. É óbvio que uma criança que tem os pais como esteio seguro, que foi e é alimentada por eles, vestida, cuidada e amada (pelos deveriam ser) passa a ser agredida muda o referencial. Passam a acreditar que a violência é o padrão, e repetem o que aprenderam nos seus filhos quando não no cônjuge.

Não é incomum adultos agressores terem sido agredidos fisica e emocionalmente quando crianças, e muitos pais cristãos utilizam-se de alguns versículos bíblicos como uma justificativa para a liberdade de bater nos pequenos.

"O que retém a vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, cedo, o disciplina." Provérbios 13.24

Quando a Bíblia se refere a vara, na maioria dos textos bíblicos, faz alusão ao instrumento utilizado pelos pastores de ovelhas para o cuidado e guia do caminho para as mesmas, livrando-as de outros animais como raposas e lobos, além de ajudá-las a encontrar o caminho para pastos verdejantes. No caso dos filhos, qual será a vara? A violência ou a educação, e quando falo educação falo dela como exemplo. Os filhos nos vêem pelas costas. Acredito na educação, no exemplo e na vida como a melhor vara a ser aplicada na educação dos filhos.

A imagem acima que recebi por e-mail há um tempo, retrata a falta de educação caseira, falta de acompanhamento oferecido pelos pais nos dias de hoje. O atendimento aos desejos consumistas das crianças, promovido pela mídia, pela companhia na escola com crianças que tem pais consumistas e utilizam a vara do exemplo (negativo) interferem e influenciam outras crianças, que precisam ser acompanhadas pelos seus pais.

Eduque, ama e dê exemplo. Assim cumpriremos a palavra de Deus quando afirma:

"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele." Provérbios 22.6

O ECA de Deus:
Eduque
Cative
Ame


"Filhos, em tudo obedecei a vossos pais; pois fazê-lo é grato diante do Senhor. Pais, não irriteis os vossos filhos, para que não fiquem desanimados." Filipenses 3.20,21

Até a próxima!

Compartilhe no Facebook

Related Posts with Thumbnails