Google+

"Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história." Bill Gates

Compartilhe

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Deus imerso no sofrimento humano

Dica de Leitura >> novo livro de Ricardo Gondim:


Entendo que o maior mistério da fé cristã foi a encarnação – Deus, sem deixar de ser Deus, fez-se homem. Que escândalo para judeus e gregos conceber que a divindade descesse qualquer degrau, quanto mais o que a tornasse semelhante (da mesma natureza) a humanidade! Jesus de Nazaré revelou Deus em sua vida, suas palavras e seus atos. E Deus não se parecia com as divindades transcendentais do mundo pagão. O Todo-poderoso fez-se servo; o Criador saiu a procurar ovelhas perdidas; O Grande Eu sou, bateu em portas; o Absoluto, revestiu-se de subjetividade.


O frágil Nazareno, também chamado de Filho do Homem, foi Deus encarnado que viveu igual a todos. Homens maus o mataram, mas o Pai o ressuscitou e por isso é a inspiração de milhões de enjeitados.


O Deus revelado tem o rosto de Jesus. Eis a mais alvissareira notícia: Jesus não é apenas idêntico a Deus, o Deus Pai também é idêntico a Jesus.

Compre aqui.

Compartilhe no Facebook

Related Posts with Thumbnails