Google+

"Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história." Bill Gates

Compartilhe

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Itália acha em biblioteca manuscrito da Torá mais antigo do mundo

O professor de estudos hebraicos da Universidade de Bolonha, na Itália, 
encontrou o manuscrito 
 da Torá mais antigo do mundo guardado na biblioteca 
da instituição acadêmica. O pergaminho de pele de cordeiro, que mede 
36 metros de comprimento e 64 centímetros de largura, foi escrito entre o fim do 
século 12 e o início do século 13
Agência de notícias AFP, no UOL Ciências

A Universidade de Bolonha, na Itália, encontrou o que pode ser o manuscrito da Torá mais antigo do mundo, segundo um professor italiano que afirma que o texto sagrado foi escrito no século 12.

valioso pergaminho de pele de cordeiro foi catalogado de modo equivocado por um arquivista da biblioteca universitária em 1889, acreditando que ela pertencia ao século 17.

Mas o professor de estudos hebraicos Mauro Perani constatou que o texto era anterior às normas de escrita da Torá adotadas no século 12.

"Imediatamente, percebi que era muito mais antigo", disse ele.

O professor explicou que o texto contém letras e sinais proibidos pelo erudito e filósofo judeu Moisés Maimônides no século 12.

"Este pergaminho é muito raro porque quando os manuscritos estragam, perdem sua santidade e não podem ser mais utilizados. Então, são enterrados", explicou Perani. "[Mas] Seu estado de conservação é excelente."

"Os nazistas na Europa central e os fascistas na Itália destruíram dezenas de milhares de rolos. Aconteceu uma incrível destruição no século 20", disse.
O texto foi submetido a várias análises de carbono na Itália e nos Estados Unidos, que confirmaram que foi escrito entre o fim do século 12 e o início do século 13.

O pergaminho mede 36 metros de comprimento e 64 centímetros de largura.

Compartilhe no Facebook

Related Posts with Thumbnails