Google+

"Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história." Bill Gates

Compartilhe

segunda-feira, 25 de março de 2013

Cristãos evangélicos não são perseguidos no Brasil


POR SAMANTHA MARTINS ALMEIDA

Tenho notado que alguns cristãos brasileiros andam inventando termos como 'cristofobia', 'evangelicofobia', dizendo que são perseguidos pela sociedade. Este argumento é no mínimo equivocado. De acordo com oCenso de 2010: "Em paralelo, consolidou-se o crescimento da população evangélica, que passou de 15,4% em 2000 para 22,2% em 2010".

O número de evangélicos aumentou! Que perseguição ineficiente, hein...

Se você em algum momento ouviu piadinhas ou ofensas por ser evangélico (ou de qualquer outra religião), procure seus direitos. A liberdade religiosa é um direito garantido na Constituição Brasileira. E o artigo 208 do Código Penal e outras leis como a 7.716, de 5 de janeiro de 1989garantem que os infratores sejam punidos.

Se um preso se converte a alguma religião evangélica dentro da cadeia, ganha alguns pontinhos perante o juiz. Normalmente, quando dizem que alguém é bom, dizem que este alguém 'tem Deus no coração'. Ou seja, ter uma religião cristã neste país é algo bastante valorizado.

Agora, coloque-se no lugar de um ateu. Coloque-se no lugar de um umbandista e ouça abobrinhas como 'ele faz bruxaria, faz pacto com o demônio, etc'. Outro dia vi uma moça no metrô, vestida com hijab, um dos véus muçulmanos. Um grupo de pessoas apontava para ela. Sei que nosso país é em geral amistoso (nem sempre), mas imaginem quão desagradável deve ser ter alguém apontando e fazendo comentários. O cristianismo é valorizado no Brasil, é a religião com mais adeptos. Ninguém aponta para um cristão. É visto como uma coisa 'normal', já que se encaixa na maioria.

Quando um cristão que mora no Brasil diz que é perseguido, eu percebo que ele não tem ideia do que é de fato ser perseguido. Quando um cristão diz uma bobagem dessas, ele está desrespeitando os irmãos que são massacrados diariamente em vários países com histórico de intolerância religiosa, como Irã ou Índia. Lembram deste caso em que extremistas hindus atearam fogo em um orfanato cristão na Índia. UM ORFANATO. CRISTÃO. Além deste exemplo horrível, há outros. Este homem iraniano se converteu ao cristianismo e foi condenado a morte.
Portanto eu peço: não falem bobagens. O Feliciano não está sendo perseguido por ser evangélico. Ele está sendo criticado porque fez afirmações racistas e homofóbicas, usando inclusive a Bíblia para justificá-las. Eu tenho certeza que o Feliciano não representa a maioria dos evangélicos. E ouvi muitos amigos e colegas de outras religiões ou ateus afirmando com muito esclarecimento que o Feliciano não representa a maioria. Ou seja, eles sabem. São esclarecidos.

E eu tenho CERTEZA que você também não está sendo perseguido. Se você acha que foi prejudicado em alguma situação por ser evangélico, processe. A lei te protege. Sem delírios, pois pela misericórdia de Deus você não está no Irã.

Compartilhe no Facebook

Related Posts with Thumbnails